drop shipping no e commerceO drop shipping é um modelo de negócio do retalho, em que a loja não necessita de ter os produtos que comercializa armazenados em stock. Neste método em particular, o responsável por embalar e enviar a encomenda ao cliente é o fornecedor.

O responsável pela loja online nunca entra em contacto direto com os produtos da sua loja, atuando apenas como intermediário da venda.

As empresas com atividade de comércio no mundo digital podem beneficiar com a implementação deste modelo de negócio, no entanto também existem algumas desvantagens associadas.

Neste artigo será dado a conhecer aos empresários a forma como o drop shipping funciona e quais os prós e contras da sua implementação.

Como Funciona o Drop Shipping?

1. O vendedor escolhe os produtos que pretende comercializar e seleciona um fornecedor que pratique valores baixos, para obter uma margem de lucro maior.

2. Solicita-se ao fornecedor que envie material publicitário e informativo relativamente aos produtos escolhidos, nomeadamente: fotos, descrições dos produtos, especificações técnicas, vídeos, etc.

3. O vendedor introduz o produto na sua loja online com as respetivas informações que obteve do fornecedor. O preço do produto é apresentado já com a margem de lucro da empresa. Salienta-se que o vendedor não tem em sua posse o produto anunciado na loja online.

4. Um cliente, ao demonstrar interesse em determinado produto, procede à sua compra. Nesta fase é feito o pagamento por parte do cliente e são fornecidos todos os dados para a entrega da encomenda ao domicílio.

5. Após o vendedor ter o pagamento e dados na sua posse faz o pedido ao fornecedor utilizando o sistema drop shipping, ou seja, solicita a entrega do produto encomendado diretamente na morada do cliente. O vendedor realiza o pagamento ao fornecedor e fica com o lucro obtido desta compra, que consiste na diferença entre o preço que cobrou ao cliente e o preço que pagou ao fornecedor.

6. O fornecedor embala o produto e entrega diretamente na morada do cliente.

Vantagens do Drop Shipping

Menor investimento em capital:

A maior vantagem do drop shipping é iniciar uma loja online sem ter que investir milhares de euros em stock.

Este modelo comercial permite ao vendedor adquirir um produto apenas quando um cliente fizer o pedido de encomenda. Logo, a empresa não necessita de investir em muito capital no início da sua atividade.

Facilita o início da atividade de negócio:

O drop shipping nas lojas online facilita o trabalho do vendedor no que diz respeito ao manuseamento físico dos produtos.

O vendedor não tem de se preocupar com situações como o espaço para o stock de produtos, embalar e enviar as encomendas para os clientes, fazer o inventário do stock em armazém, efetuar pedidos avultados de produtos e realizar toda a sua gestão.

Flexibilidade de localização:

Um negócio online baseado no drop shipping pode funcionar em qualquer lugar, bastando apenas uma conexão à internet.

Vasta seleção de produtos:

Tendo em conta que o empresário não necessita de comprar os produtos antes de os vender, tem a oportunidade de disponibilizar uma oferta grande aos potenciais clientes.

Escalabilidade fácil:

Geralmente, quando o número de pedidos por parte dos clientes aumenta assim também aumenta o trabalho dos colaboradores.

Com drop shipping a situação é diferente, porque a parte do processo de vendas que exige mais trabalho está nas mãos dos fornecedores, permitindo ao vendedor dedicar o seu tempo a outras tarefas de maior relevância.

Desvantagens do Drop Shipping

Margens de lucro menores:

Existem determinados nichos de drop shipping muito competitivos que obrigam as empresas a baixarem os preços para conseguirem aumentar as receitas, no entanto a margem de lucro acaba por diminuir.

Antes da implementação do drop shipping, a empresa deve primeiro analisar se a sua atividade de negócio não se encontra saturada, de forma a tirar o máximo de proveito das margens de lucro.

Problemas de disponibilidade de stock:

Quando a empresa é responsável pelo seu próprio stock, é relativamente mais fácil de manter o controlo de todos os produtos, como por exemplo, só é colocado à venda os produtos que se encontrem disponíveis.

No drop shipping, como o stock encontra-se com o fornecedor, a empresa não tem qualquer tipo de controlo dos produtos em armazém e a sua disponibilidade também pode variar diariamente.

Se determinado produto estiver em falta o cliente é obrigado a esperar que este se encontre novamente em stock. O cliente pode ficar insatisfeito com esta situação, cancelar a encomenda e procurar o mesmo produto, ou semelhante, na concorrência.

Complexidade Logística:

Neste modelo de negócio é natural que a loja recorra a vários fornecedores, por isso os produtos tem origens diferentes. Isto significa que o custo dos portes será diferente para cada produto, dificultando o seu cálculo no site da loja online.

Uma das formas para contornar este problema é incluir o preço dos portes no preço do produto. No entanto, pode vir a ser uma desvantagem em relação à concorrência que trabalha com preços “limpos”.

Erros de Fornecedores:

Existe sempre a possibilidade de os fornecedores cometerem alguns erros, mesmo que sejam especialistas na área, e a empresa terá de assumir a responsabilidade e suportar a os custos de troca ou reenvio.

Os fornecedores que oferecem um serviço de menor qualidade também podem causar frustrações ao cliente, em situações como a falta de determinados produtos num pedido, embalagem de baixa qualidade, etc.

Estas situações danificam o produto e a imagem do negócio em questão.

Impostos na Importação:

Geralmente, os negócios de drop shipping são feitos com empresas fornecedoras localizadas no estrangeiro (ex: China, EUA...).

Segundo a Lei nº7A/2016, de 30 de março, qualquer encomenda com origem fora da União Europeia, com um valor superior a 22 euros, é sujeita ao pagamento do imposto IVA do país de destino.

Em alguns países o imposto é tão alto que acaba por desencorajar o cliente a realizar uma compra na loja online.

Prazos de Entrega Longos:

Quando os produtos têm origem em locais fora da UE, além do risco de pagamento de taxas alfandegárias, os prazos do deslocamento aumentam. As encomendas ao cliente são entregues entre os 30 e 60 dias.

Prazos muito longos desincentivam à compra e existe uma maior probabilidade de o número de reclamações aumentar.

 

Como qualquer negócio, o drop shipping tem as suas vantagens e desvantagens. Se estiver a pensar em abrir uma loja online para a sua atividade de comércio deve analisar quais as soluções existentes e escolher a que mais se adequa à sua empresa.

Conheça mais sobre a plataforma E-Commerce Artsoft da Inforestilo que permite criar lojas online de forma simples e rápida, com a possibilidade de integração ao software de gestão Artsoft.

Para mais informação sobre esta solução de gestão não deixe de contactar os nossos serviços!


Ana Mateus

Departamento de Marketing